segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Designer de Joias

Designer de joias
Pingente Ana Marquito
Epona
Importante Deusa Celta e uma das mais antigas em seu culto, sempre ligada a cavalos.
Inicialmente cultuada na Gália, foi cultuada por grande parte dos Celtas e chegou a ser cultuada até em Roma como a Deusa tríplice Eponae.
Epona foi a única Deusa Celta a ser citada no panteão Romano, tinha grande popularidade entre a cavalaria.
Epona é normalmente representada montada em um cavalo branco, símbolo de espiritualidade.
Ela tem um cachorro ao seu lado, carrega uma serpente em uma das mãos e uma espiga de milho em seu colo.
Em outras representações aparecem um pássaro e um potro em sua companhia.
Essas imagens dizem muito sobre como ela era vista, Epona é uma Deusa de fertilidade e abundância, em alguns lugares ela foi cultuada e representada como uma Deusa tríplice.
Na Irlanda acredita-se que ela quem traz os sonhos, bons e ruins. Provavelmente a partir de seus mitos surgiram outras Deusas associadas a cavalos, como Macha e Rhiannon.
Epona (ou Epona Regina), cujo nome deriva do gaulês epo, que significa cavalo.
A deusa era representada muitas vezes com uma série de atributos, como a cornucópia ou a patera (espécie de bacia de cerâmica onde eram feitas as oferendas, semelhante a um caldeirão raso), que a relacionam com a abundância e a prosperidade.
Também estava vinculada com as fontes e ao mundo espiritual.
Da fusão destas duas características da mesma deusa surgem os primeiros relatos medievais de uma criatura encantada que vocês já devem estar imaginando quem seja: o Unicórnio.
O Cavalo Branco, símbolo sagrado para a Deusa Epona, associado ao chifre mágico que tudo produz.

Um comentário: